04/11/2019
21:00
Rivoli – Grande Auditório
A Luta Pelo Território e a Destruição da Amazónia

com 

Rita Natálio

Assistimos atualmente a um dos períodos mais preocupantes da história do Brasil, com a morte do líder indígena Emyra Wajãpi, a deflorestação a um ritmo alucinante e os devastadores incêndios na Amazónia. Bolsonaro parece ter nas mãos o destino da maior floresta tropical do mundo, e com ele os povos indígenas estão de novo a ser expulsos das suas terras. Ser indígena hoje é sinónimo de resistência. Como continuar a resistir?

O Fórum do Futuro junta nesta conversa duas enormes figuras da luta pelos direitos indígenas e da proteção da floresta da Amazónia: Sônia Guajajara, uma das mais proeminentes líderes indígenas e ativistas ambientais atuais – membro do Conselho de Direitos Humanos da ONU e a primeira mulher indígena a integrar uma lista candidata às eleições presidenciais no Brasil – e o artista Ernesto Neto, que se tem vindo a focar na importância de um projeto de indigenização. Em conjunto, irão debater, nesta conversa moderada pela artista e investigadora Rita Natálio, como é essencial que a voz dos povos indígenas seja ouvida e ativa nos modelos de governação. A terra é o espírito e o corpo do indígena – este possui o conhecimento necessário para curar a floresta e lutar por um planeta saudável. Um sinal de esperança é o facto de o movimento de mulheres indígenas ter vindo a crescer exponencialmente na última década – Joênia Wapichan foi a primeira mulher indígena a ser eleita deputada federal, e Nara Baré foi a primeira mulher a ser eleita Coordenadora da COIAB (Coordenação das Organizações Indígenas da Amazónia).

Image