07/11/2019
19:00
Rivoli – Palco do Grande Auditório
"The Mermaids", ou a arte depois do fim do mundo

com 

Guilherme Blanc

Ouve-se dizer que os seres humanos estão perante um momento histórico – se não estamos ainda no fim, estamos muito próximos dele. E não de uma única espécie de fim: para muitos, a humanidade e o planeta parecem próximos de muitas formas de fim. À nossa volta ouvimos falar sobre o fim da União Europeia; o fim dos direitos dos migrantes; o fim da democracia liberal; o fim da justiça de género, sexual ou racial; o fim da humanidade; o fim da Terra. E agora?


A antropóloga e realizadora Elizabeth A. Povinelli, uma das mais importantes pensadoras na área da antropologia contemporânea e estudos de género, falará nesta conversa, moderada por Guilherme Blanc, diretor de Arte Contemporânea e Cinema da empresa municipal Ágora e um dos curadores desta edição do Fórum do Futuro, sobre como os sonhos que o Ocidente inventou para si mesmo parecem ter chegado a um catastrófico epílogo. Mas como seriam as políticas e os afetos se, em vez de uma analítica ocidental da finitude (uma filosofia do fim), desenvolvêssemos uma teoria social com aqueles que têm vivido depois do fim? Povinelli situa uma dessas teorias sociais nos mundos indígenas australianos, recorrendo ao filme The Mermaids, or Aiden in Wonderland do Karrabing Film Collective, um grupo de cinema indígena de que é cofundadora, estabelecido no Território do Norte da Austrália, que utiliza o filme e a instalação como forma de resistência popular e auto-organização.