Quinta-feira
08
novembro
17:00
Rivoli - Pequeno Auditório
"The Thong of Dionysus" e outras histórias

Moderação   -  

Maria José Goulão

×

Apolíneo e dionisíaco são termos usados por Nietzsche no seu livro O nascimento da tragédia. Apolo representava o pensamento racional e a ordem; pelo contrário, Dioniso simbolizava o caos e a loucura. Para Nietzsche, estas eram as principais forças dicotómicas na arte, mas qual a influência dessa dicotomia na prática artística contemporânea?


Conhecidos por cruzarem pintura, performance, poesia e vídeo na sua prática artística, Mary Reid Kelley e Patrick Kelley identificam o seu trabalho de escrita – cheio de jogos de palavras e duplos sentidos – como dionisíaco. Ao dedicarem ao tema do Minotauro uma trilogia de filmes, os artistas levam essa influência dionisíaca para além da linguagem ou da forma e utilizam Dioniso, Ariadne e Dédalo como personagens principais de uma história de ebriedade, depravação sexual e traição, revisitada com um twist feminista grotescamente cómico. Nesta conversa, moderada pela professora da Faculdade de Belas Artes e historiadora de arte Maria José Goulão, falarão das suas principais inspirações, como cerâmica minoica, spolia (reutilização de elementos arquiteturais ou escultóricos antigos) ou cento (composição poética criada a partir de versos de poemas de outros autores).