Quarta-feira
07
novembro
19:00
Teatro Carlos Alberto
O resto devem conhecer do cinema

Moderação   -  

Maria Sequeira Mendes

×

Há um curto período na história da humanidade em relação ao qual todo o teatro alimenta uma insuperável nostalgia: o período de menos de um século, na Antiguidade Clássica, em que a tragédia conheceu uma eclosão brusca e poderosa, emergindo como forma dramática acabada. As peças de autores como Sófocles, Ésquilo ou Eurípedes continuam ainda hoje a ser levadas à cena e a inspirar a escrita de novas obras.


O dramaturgo Martin Crimp, uma das vozes mais singulares e desafiantes do teatro contemporâneo, autor de uma obra marcada por um experimentalismo lúdico e exigente, explicará o que torna estas peças verdadeiramente atuais e tão relevantes hoje como na altura em que foram criadas. Na sua peça Cruel e Terno, Crimp transpôs As Traquínias de Sófocles e as suas personagens, como Dejanira e Hércules, para o contexto contemporâneo da guerra contra o terrorismo, num trabalho de grande relevância artística e política. Na sua última peça, The Rest Will Be Familiar To You From Cinema (O resto devem conhecer do cinema), o dramaturgo revisitou As Fenícias de Eurípedes, que estará também no centro desta conversa moderada pela professora e investigadora Maria Sequeira Mendes. Certa vez, pediram a Martin Crimp uma definição de si próprio e ele respondeu, simplesmente: Um dia, escrevi uma peça chamada Cruel e Terno.


Sessão organizada pelo Teatro Nacional São João

Tradução simultânea