04/11/2019
19:00
Galeria Municipal do Porto
OH!RAGE

Num cruzamento da programação do Fórum do Futuro com a exposição da Galeria Municipal do Porto Estar vivo é o contrário de estar morto, comissariada por Guilherme Blanc e Luísa Saraiva, Calixto Neto apresenta a performance oh!rage, uma tempestade (em francês, orage) de imagens, referências e estados que pretendem dar um corpo à raiva.


A prática artística do performer e coreógrafo brasileiro incide sobre danças periféricas, invisibilidade das minorias e representação do corpo negro, juntando elementos do afropunk e do afrofuturismo com estudos pós-coloniais e discursos de emancipação. Em oh!rage descobrimos um corpo diaspórico que reclama uma dança em estado de celebração, movendo as ancas, saltando, batendo no chão, possuidor de um poder de comunicação de dimensão impalpável, ritual, ancestral. Passando pelas sombras, pela extravagância e pela preguiça, a performance dança e navega entre o lamento, a revolta, o protesto e a celebração. Tomando o corpo negro e a sua experiência no mundo (assim como no mundo da arte) como detonador de perguntas e propostas, Calixto Neto dança para falhar, e triunfar, na resposta à questão: o corpo subalterno pode enfim dançar?

COREOGRAFIA E INTERPRETAÇÃO Calixto Neto
DESENHO DE LUZ Eduardo Abdala
CRIAÇÃO DE SOM Charlotte Boisselier
OPERAÇÃO DE SOM Fábio Ferreira
VISÕES EXTERIORES Carolina Campos, Isabela Fernandes Santana, Marcelo Sena
PARCERIAS Produção executiva Météores; Coprodução CND Centre national de la danse, La Place de la Danse – CDCN Toulouse/Occitanie; Com o apoio de DRAC Île de France


Image