Quinta-feira
08
novembro
19:00
Museu de Serralves
Transmissão

Moderação   -  

Ricardo Nicolau

×

Na Antiguidade, a nova possibilidade de transmitir, através da escrita, uma memória para o futuro, transformou de forma definitiva a noção de tempo e História. Desde então somos continuamente informados pelas narrativas dos nossos antepassados. Mas que narrativas são essas que determinam a nossa memória histórica? O que deixam de fora e qual a sua verdade?

Christian Boltanski, artista francês que se dedica à fotografia, pintura, escultura e instalação, desenvolveu nas últimas cinco décadas um trabalho irredutivelmente singular, mas que aborda questões universais como a perda, a memória, a infância e a morte, funcionando as suas obras frequentemente como memoriais para momentos históricos de grande impacto civilizacional. Nesta sua relação com a ideia de monumento, a prática de Boltanski assume um caráter atemporal, ou que relaciona e confunde tempos tão distantes como a Antiguidade e a contemporaneidade, num constante desafio à própria ideia de atualidade. Nesta conversa moderada por Ricardo Nicolau, curador sénior e adjunto do diretor do Museu de Serralves, o celebrado artista falará sobre o seu extenso trabalho, e sobre a sua relação com a transmissão de obras, da memória histórica e do conhecimento.

Sessão organizada pelo Museu de Serralves

Tradução simultânea