Tomás Saraceno

×

(1973, Argentina) Saraceno ensina em instituições de todo o mundo e dirigiu o Institut für Architekturbezogene Kunst (IAK) da Universidade de Tecnologia de Braunschweig, Alemanha (2014–2016). Participou em residências no Centre National d’Études Spatiales (2014–2015), MIT Center for Art, Science & Technology (2012–atualidade) e Atelier Calder (2010), entre outros. Em 2009, Saraceno integrou o Programa Internacional de Estudos Espaciais da NASA Ames. No mesmo ano, apresentou uma grande instalação na 53.ª Bienal de Veneza e recebeu o prestigiante Prémio Calder. O seu trabalho tem sido amplamente exibido internacionalmente em exposições de grupo e individuais e integra, entre outras, as coleções do Museum of Modern Art, Nova Iorque; SFMOMA, São Francisco; Walker Art Center, Minneapolis; Neue Nationalgalerie – Staatliche Museen zu Berlin, Berlim. Saraceno vive e trabalha no, e além do, planeta Terra. Ele foi a primeira pessoa a analisar, reconstruir e reimaginar os habitats espaciais de aranhas, e possui a única coleção tridimensional de teias de aranha.

08/11/2017
19:00
Das Cloud Cities ao Aerocene (CANCELADO)
Image